Pular para o conteúdo principal

Postagens

Castanha Da Índia (Aesculus Hippocastanum)

Excelente tónico circulatório, ajuda a amenizar as dores nas pernas e a ativar a circulação, prevenindo acidentes vasculares.
Postagens recentes

Cascara Sagrada (Rhamnus Purshiana)

É uma planta pertencente à Família das Rhamnáceas, com excelentes propriedades medicinais. O nome popular "sagrada" surgiu em razão de suas grandes características curativas. A Cascara sagrada é usada principalmente para corrigir problemas intestinais, com a grande vantagem de não provocar cólicas nem diarreia. Seu uso não exerce apenas uma ação laxativa, mas restabelece o tônus natural do cólon. Após a ingestão da cascara sagrada ocorre a libertação de substâncias que ajudam a eliminar o material fecal. É provavelmente uma das plantas medicinais mais populares nos Estados Unidos. As principais ações da Cascara Sagrada na medicina popular são: a estimulação e ação peristáltica do cólon e da produção de secreções digestivas em vários órgãos do aparelho digestivo. Ela é usada popularmente como prevenção no uso de laxantes, mas não é recomendada em situações de dores abdominais, vómitos, obstrução intestinal, apendicite e doenças inflamatórias do cólon, crianças com menos de 10 …

Cártamo (Carthamus Tinctorius)

Originário da Índia, o cártamo é uma planta com altos teores de óleos (cerca de 40%) em suas sementes, especialmente em ácidos oléico e linoléico, responsáveis pela intensificação da utilização de gordura pelo corpo, facilitando o emagrecimento e a definição da musculatura. O óleo de cártamo ainda contém quantidades generosas de ácido linoléico, um ácido graxo essencial da família Omega 6. É uma fonte riquíssima de antioxidantes naturais, entre eles os chamados tocoferóis. As substâncias presentes no óleo de cártamo são excelentes auxiliares no processo de emagrecimento, ajudam a reduzir o colesterol, prevenir a celulite, dar energia, aumentar a imunidade, moderar o apetite, além de ajudar na tonificação da musculatura.

Carqueja (Baccharis Trimera)

A carqueja é usada para ajudar a combater problemas do fígado e vesícula biliar como cálculos (pedras), para problemas digestivos, úlcera, gastrite e má-digestão. Acredita-se que carqueja ajude a purificar e desintoxicar o sangue e o fígado. Com efeito diurético, é conhecida por auxiliar no emagrecimento e no controle da diabetes.Também conhecida como cacaia-amarga ou tiririca-de-balaio, é uma planta medicinal amplamente utilizada no Brasil, que exerce ação benéfica sobre o fígado, estômago e intestinos. A planta é considerada hepatoprotetora, ou seja, protege o fígado contra a ação nociva de bebidas, medicamentos ou alimentos em excesso. Além disso, a carqueja é famosa por exercer ação diurética, purificando e eliminando toxinas, sendo muito utilizada em distúrbios dos rins e bexiga e no combate à gota e ao reumatismo.

Cardo Santo (Cnicus Benedictus)

Em doses moderadas é tônica e favorece as funções digestivas. Indicado em problemas gástricos, indigestão, asma e catarro nos brônquios. Antigamente a planta era chamada “refúgio dos doentes” e “tesouro dos pobres”, pois era usada como uma panacéia, desde para aliviar dores de cabeça até para estimular a memória.

Cardo Mariano (Silybum Marianum)

Também conhecida como silybum e cardo-de-santa-maria, é utilizada há milênios pelos povos da Ásia como diurética, tónica e regeneradora das células hepáticas e estimulante das funções biliares. É usada tradicionalmente no tratamento das doenças do fígado, cirrose e vesícula e também na desintoxicação e regeneração hepática, nos casos de alcoolismo e dependência química.

Cardamomo (Elettaria Subulatu)

Esta planta tem efeito digestivo, anti-séptico, diurético, laxante e expectorante. Usada popularmente para eliminar a H. pylori, a bactéria associada a úlceras. No Oriente, ganhou a fama de ser afrodisíaco. A semente dessa planta da família do gengibre, de folhas grandes e flores brancas, era mascada pelos egípcios para refrescar o hálito e limpar os dentes. Especiaria aromática de sabor adocicado, refrescante e picante, o cardamomo vem de uma planta de 1,50 metro de altura originária de Malabar, no sudoeste da Índia. Ele chegou à Europa por meio das rotas de exploração do Oriente e era cultivado nos mosteiros durante a Idade Média. Suas sementes eram usadas na fabricação de uma massa doce que os monges mascavam como chiclete. Os frutos do cardamomo contêm cápsulas alongadas ou redondas que protegem cerca de 20 sementes. É uma das especiarias mais caras, depois do açafrão e da baunilha, e amplamente utilizada nas cozinhas indiana, árabe e chinesa. Os melhores frutos são os proveniente…
loading...